Vou ser Pai !!!

Palpito que o título foi suficiente para deixar a curiosidade entrar e espreitar o que por aqui se irá escrever… Pois bem, confesso, foi essa a ideia!

Não, não vou ser Pai (já sou de uma linda menina de 6 anos) outra vez… Apenas me lembrei da bela história de como descobri e como dei à minha cara-metade essa notícia, além de que é um motivo de reflexão para o que se passa no nosso quotidiano no que diz respeito a maternidade, direitos, e acima de tudo a falta de cultura empresarial para o mesmo. Mas começamos pela dita história. (Sim, eu escrevo História).

Primavera de 2009, fim de semana do Rally de Portugal por terras Algarvias, e num “vipe” reserva-se, em última hora, uma mega promoção no Booking (por incrível que pareça consegui um preço fantástico num fim de semana lotado na zona de Albufeira) e aí fomos nós, pela Costa Vicentina, de Smart, para um fim de semana a dois.

Depois de uma bela e descontraída viagem, chegados ao dito hotel, recebo uma chamada de uns amigos que se encontram pela zona (foram ver o Rally) que nos convidam para jantar com eles, e eu, que às vezes acho que sou um G. Ramsay, ofereci-me para fazer o jantar.

Coisa simples, lembro-me tão bem…Esparguete à bolonhesa!!! Desta noite relembrome bem de uma conversa de mulheres, na qual a C se queixava do inchaço, mas que era consensual entre as mesmas a típica prisão de ventre feminina (afinal não era!!!). No regresso a casa, falamos no assunto e colocou-se a questão… Será que? Eu ia ficar aquela segunda-feira em casa, e ofereci-me para levar o dito teste no dia seguinte, para análise. Compra feita, na manhã seguinte…xixi da manhã, C segue para o trabalho e eu…farmácia com o B!!! Vem o resultado….Positivo…Parabéns! Confesso que fiquei tremendamente feliz…Na hora não se pensa na responsabilidade, na mudança de vida, em nada….Ia ser PAI!!!! Ligo à C….”Mor….deu positivo!!! Parabéns!!!”…do outro lado silêncio…. Despeço-me com jeito…e sigo, já nem me lembro para onde, para comprar algo para assinalar o dia.

No final do dia… abro a porta e vejo a C com cara de quem não digeriu bem a notícia e digo: “Mor…pensaste o dia todo que estavas grávida, não foi?” Sabem aquele suspiro em que se vê mesmo a caixa torácica desinchar…como se de um alívio fosse…”pois bem Mor….Estás mesmo!” Fui mauzinho…eu sei… mas a felicidade era tanta que não me contive e foi mesmo pela via do humor que “brinquei” com a notícia.

7Y8V0018

A esta altura questionam o porquê da atitude da C, pois bem, apesar da brincadeira, sempre a compreendi (agora vem a parte séria deste testamento).

O medo da C tinha uma razão de ser, podia ser intuição, mas veio mesmo a ser verdade, com a gravidez, aquela funcionária que fazia o trabalho de 2 ou 3 pessoas, competente, sem horários, afinal era dispensável…e assim foi, um longo deserto de 2 anos, onde o desespero por uma oportunidade profissional que não surgia, era latente/constante.

Felizmente essa oportunidade surgiu e hoje desempenha funções para o qual estudou e sempre ambicionou trabalhar, tem as suas responsabilidades e assume em pleno o seu compromisso com o trabalho e o de ser Mãe.

7Y8V0133

Vivemos numa cultura dita “latina” que ainda não compreendeu que o incentivo (efectivo) à natalidade, a valorização e recompensa por contribuir para a ordem natural das coisas, trazem benefícios a médio e longo prazo. Eu brindo aos países Escandinavos, que olham para este tema com discernimento intelectual, cultural e até corporativo, que passa por incentivar e criar condições para que a população cresça de forma sustentada. E sabem que mais?

Essas mulheres agradecem… e voltam aos empregos cheias de vontade de retribuir a confiança e o apoio dado, e, no fim, quem ganha são todos…em especial as crianças.

7Y8V0512

Tenho a certeza que se não passou por isto, conhece certamente alguém que viveu algo parecido, ou acompanhou esta grande aventura que é decidir ter filhos.

Bem haja a todos os corajoso(a)s que por ai andam…

Ahhh…já me esquecia, a esta altura está a pensar…será que esta história é verdadeira?? pois bem…é!!! E adorei contá-la.

7Y8V0518

bruno.felix@theBblog.com

8 thoughts on “Vou ser Pai !!!

  1. Confesso que estava curiosa, apesar de adivinhar o que aí vinha… 😉 Estou radiante com este discurso tão deliciante e sentido… Sem duvida q me vejo nesta história… Parabéns aos 3. Obrigada por serem quem são e por serem tão especiais para mim… <3 Sónia Sousa

Comentários