Coleccionar Cds : Desperdício ou Legado?

Verão do século passado, meados de 1999 – Sim, foi no século passado mas é, até hoje, um hábito.

A internet ainda não era a grande base de dados que hoje em dia é e, como qualquer adolescente da altura, fazia uso dos canais estrangeiros para poder aprender algo de novo em termos de tendências musicais. Canais como MTV e VIVA eram para mim e se calhar para a maioria dos adolescentes, a internet – ou melhor, o youtube – dos nossos dias.

Certo dia, vejo um videoclip de uma banda cuja sonoridade me deixou logo entusiasmado e curioso para ouvir mais: a música do videoclip chamava-se “My own summer”. Nesse verão adquiri, numa qualquer loja de discos lisboeta, o álbum “ Around The Fur”. Foi sem dúvida, um dos mais tocados nos tempos que se seguiram até porque, continha a música que me tinha deixado curioso e cada vez que o ouvia, mais fã ficava. Músicas como “Be quiet and drive (far away)”, “Dai the flu”, “Headup” e “MX”, tornaram-se na altura, a banda sonora da minha vida.

WS2A7597

O hábito começou aqui. Pesquisei mais informação acerca da banda e dos seus membros, seja através da Web ou até através de revistas musicais estrangeiras e, à medida que os anos foram passando, a colecção foi aumentando.

A sonoridade não parava de me surpreender: os “riffs” de guitarra, o mix da voz melodiosa e dos gritos arrepiantes do vocalista e o ritmo da bateria e baixo eram cada vez mais hipnotizantes. A esta altura já sabem de que banda se está a falar. Sim, não agrada a todos, mas lá está, se todos gostássemos do vermelho, o que era feito do amarelo?

WS2A7616
Mas sim, ainda me dá um gozo enorme poder comprar um álbum, principalmente se este for da tua banda favorita. Lembro-me que arranquei o plástico protector, coloquei-o no leitor de cds da aparelhagem (ok, reconheço que agora tenha sido um pouco nostálgico), retirei o “booklet” para ver as imagens exclusivas e comecei a decorar as letras. Assim começou esta viagem.

Quem é que na altura, nunca teve um discman ou um walkman para ouvir os seus álbuns ou as gravações dos mesmos? Era um ritual. Mas que à sua maneira se manteve.

Cheguei ao cúmulo, veja-se, de adormecer várias vezes ao som desta banda. Pasme-se. Quem diria que seria possível? Na altura da faculdade era tão fácil. As viagens eram longas e o sono era demasiado para aguentar tanto tempo acordado.

Os tempos mudam, a indústria musical também, mas o hábito mantém-se. Oito álbuns depois, eis que chegou o mais recente registo da banda.

Untitled-1

Não, não defraudaram as expectativas. Sim, a sonoridade mantém-se. E parece que após quase 15 anos a acompanhá-los, conseguiram renovar esta paixão antiga que eu tinha e pelos vistos ainda tenho, pela música. Quem é que nunca tentou um “air-guitar” ou um “air-drum” ? ou até um “headbanging” (com todas as lesões cervicais que daqui poderão advir, dependendo da intensidade do mesmo!) Deftones, é daquelas bandas que vale a pena comprar o cd e guardá-lo. Para mais tarde recordar. Mas no meio, ouve-se intensamente!

WS2A7626

Chamem-me antiquado ou coisa parecida, mas para mim, não considero um desperdício a compra de um cd de música. É um momento que tu vives, é uma história que tu tens para contar, é algo que tu vais deixar para sempre marcado na tua vida e, mesmo que te esqueças, quando voltares a ouvir aquela música, vais-te recordar. Durará o tempo que tu quiseres. Se quiseres usar uma música ou outra para a associar a um momento marcante da tua vida, é uma maneira de nunca te esqueceres. Já me aconteceu e vai continuar a acontecer.

WS2A7624

Posso dizer que já comprei alguns cd’s, seja desta banda ou de outras e, não me arrependo de os ter comprado. Todos eles contam uma história, cada um à sua maneira. Este é só mais um. Mas que veio enriquecer uma colecção já de si, bem composta.

WS2A7606 copy

Os cds são algo que podes deixar para a posteridade. São parte do teu legado, aquilo que vais deixar para os teus descendentes. Representam-se a ti e àquilo que achas ser o melhor. Eu pelo menos penso assim..

Miguel Moreira

2 thoughts on “Coleccionar Cds : Desperdício ou Legado?

  1. Tal & Qual!!!
    e passados anos sem as ouvires, quando as ouves ainda sabes a letra 🙂

    1. Mas é que é mesmo Marta!
      Na semana passada chegou o CD que me faltava desta colecção, o Diamond Eyes..
      A 1ª coisa que fiz foi abrir o booklet e ler as letras.. e os momentos passados a ouvir as músicas vieram logo ao de cima.. 😉

      Obrigado por nos seguires! 🙂

      Beijo

Comentários