Trocámos o Benfica pelo Sporting…

Confus@s??!! calma não estejam… Vamos apenas inverter papéis e analisar o campeonato pelos olhos adversários de Benfica e Sporting, ou seja, um Sportinguista analisa o Tetra Campeão, e um Benfiquista analisa o Tenta Campeão (ai desculpem… que lá começa o benfiquista às bocas!!)

Ora chora um… e a seguir chora outro..
depois chora mais um, que só dois a chorar é pouco..
ai eu choro tanto e é tão pouquinho
que se não ganho um jogo, choro mais um bocadinho…

Permitam-me que comece a minha dissertação futebolística assim, com este pequeno refrão “adulterado”, mas que para mim resume o que foi este ano futebolístico.

Mas começando a análise pelo Sporting, pego numa pergunta feita numa conferência de imprensa:

“A época foi uma desilusão?!”

“Não estou feliz, mas desilusão porquê?!” (o resto da resposta já a devem saber..)

Ó Jorge a sério?!?! Tu respondes-me assim?!? Não achas mesmo que foi uma desilusão?!? Pegar NUM jogo contra o Real Madrid e a partir daí parecia que ninguém os ia parar, tinham impressionado o mundo e arredores do futebol com tamanha exibição mas depois aqueles “oitchenta e oitcho minutxes” de futebol não valeram de grande coisa…

Mas vamos a estatísticas, o Sporting totaliza 70 pontos repartidos por:

1ª volta – 34 pontos

2ª volta – 36 pontos (apenas 2 pontos a mais, apesar de na segunda metade do campeonato estarem somente com esta competição – estas 2 últimas derrotas, nossa senhora…)

70PTS 21V 7E 6D 68GM 36GS

Ora atirando aqui outra farpinha, foi uma época INFERIOR à do Marco Silva (o do fato treino lembram-se?!?) que tem números bem melhores (e com o plantel que tinha…) na sua única época.

76PTS 22V 10E 2D 67GM 29GS

Como adepto do futebol não posso deixar de me questionar de como alguém que tendo o controle total e absoluto da equipa, que pede os reforços que entende (e que lhe foram dados), coloca em campo consoante as suas ideias e sistema de jogo semana após semana, jogo após jogo os jogadores que entende que vão ser os melhores, num final de ano desportivo onde NADA lhe saiu como planeado, mais uma vez, entende que não tem de fazer um mea culpa pelas coisas que correram mal?!? E não esquecendo dos “eurozitos” que leva para casa que lhe dão uma responsabilidade acrescida de ganhar algo que ainda não fez…

Ao seu estilo inconfundível, lá atirou a batata quente para outros… Ou foi da Academia (que para umas coisas é a melhor do Mundo, mas para ganhar campeonatos não serve…), ou foi dos erros dos “jovens” (como se ele próprio também não errasse), ou das arbitragens, embora aqui reconheça que TODOS, repito, TODOS, têm razão de queixa em determinados jogos…

Ao nível das contratações esteve DESASTROSO!

Bas Dost o único que se salva desse lote, metade dos golos da equipa, METADE!! vindos de UM só jogador – o MELHOR PONTA DE LANÇA do campeonato sem dúvida alguma, soberbo jogador!!! AAHHH.. e em época de estreia!!

Portanto Jorge, até de certa forma sou obrigado a concordar contigo… DESILUSÃO??!! Só para quem colocou a expectativa demasiado alta, porque para quem já tem 6 anos de boas e MÁS memórias, sabia perfeitamente no que isto ia dar… (o meu sincero obrigado!! e continua com o “bom trabalho” 😀 )

Beijos, abraços e SAUDAÇÕES DE UM TETRA CAMPEÃO
Gonçalo Sousa

Vamos lá mandar umas larachas ao Benfica ou não, pois bem o S.L.B. foi tetracampeão com todo o mérito, o futebol para mim é competência, o campeonato é uma prova de regularidade, dois requisitos que estiveram lá sempre, alguns já estão a pensar, e o “colinho”? também faz parte sim lololol até aquela estrela da dita sorte esteve presente. Devido a estes fatores dou os meus sinceros PARABÉNS AO BENFICA pela conquista do tetra.

Na realidade o Benfica tem uma estrutura mais compacta que os restantes clubes, o senhor seu presidente é bastante sábio, “mexe-se” bem, fala pouco, muito bem e na altura certa, ao contrario de outros presidentes, que preferem andar nas bocas do mundo e esquecem-se do seu próprio clube, no Benfica há muita experiência neste campo, se é que me entendem…

O treinador, tive o prazer de o ver jogar variadas vezes, se não me engano cheguei a defrontá-lo, já ele como treinador, resume-se a isto simplesmente, a estrutura estava montada, ele entrou, deu o seu cunho pessoal, continuou a trabalhar e os resultados saltam à vista de todos, tem muito mérito e acho-o um excelente treinador/pessoa.

Relativamente ao seu plantel, para mim o mais homogéneo, um plantel que vem já de alguns anos, entra um ou dois jogadores ou sai um ou dois jogadores, poucas mudanças para não criar destabilizações na equipa, na minha opinião mais sincera aqui está o segredo, algo que falta aos outros clubes Portugueses, a época corre mal, manda-se o treinador embora, vem outro mister, manda-se uns jogadores embora, vêm outros, concordo que se tenha que ganhar títulos, mas assim é bastante difícil, não há coerência. Um excelente plantel demora anos a construir, não é da noite para o dia.

Um ponto que não podia deixar de frisar é as claques, para que tanta “selvageria”? Cada pessoa puxa pelo seu clube, ponto final… é preciso esses espectáculos de variedade a que nos acostumaram… neste momento temos muito mais pessoas a visitar os estádios de futebol, com essas confusões não ajudam ao espectáculo e voltamos aos estádios vazios.

Por último acho ridículo os clubes andarem a mostrar filmagens de clubes adversários às entidades competentes para estes castigarem jogadores, directores, etc… parecem uns putos, só falta não haver jogo devido ao dono da bola não querer emprestar… Idem “bardamerda”…

Beijos e Abraços
Luís Hidalgo

Comentários