Eu sei…eu sei! Já não escrevo aqui há algum tempo, mas o trabalho e principalmente uns dias bem merecidos de férias onde consegui “desligar” (pouco mas pronto!) do mundo, são os argumentos para justificar a ausência.

Leram o título certo? Pois bem, quase quase nos 40 (se me quiserem parabenizar, é mesmo a 2 de Outubro!) e começa a contagem decrescente para entrar nos “entas”.  Esta passagem foi um dos motivos para a mudança que se iniciou o ano passado com o intuito de mudar o meu estilo de vida, aparência, mas acima de tudo poder entrar nos tais “entas” melhor que nos “trintas”.

Missão Impossível? Não, de todo! Para quem levava uma vida sedentária (trabalho à secretaria) e jogava a bola de vez em quando, que levaram a ter engordado nos últimos 20 anos uns bons 30 kg’s e chegado aos 122, chegava a hora de dizer basta! Algo tinha de mudar! E mudou mesmo! Já cheguei ao objectivo? Não! Vou chegar pelo aniversário? (quase de certeza que) Não!  Então como vai ser a chegada aos 40 ?

EXPECTATIVA vs REALIDADE

Se inicialmente previa estar no peso ideal  (96 kgs) por esta altura, confesso que sim! Tendo em conta o ritmo de perda de peso inicialmente, esperava já estar lá, mas a realidade é outra e não o digo em forma de desculpa. Perda de foco? Motivação? Ver a balança a baixar sucessivamente durante meses apenas e só recorrendo a um (bom) plano de alimentação e treino regular foram sem sombra de dúvida uma grande ajuda e foi graças aos profissionais do FitnessFactoryArruda que isso foi possível. Já o havia dito em anteriores crónicas, mas então o que justifica o abrandamento da perda de peso ou mesmo ganho?  A justificação é simples! Houve períodos de interregno (Dezembro e Janeiro), férias e por incrível que pareça, um intensificar de treinos fez ganhar peso! Mais treino, mais massa muscular e isso afecta a balança, e se juntarmos a isso uns deslizes na tentação culinária, está explicado este mistério!

Preocupado com isso? Não de todo! Hoje já estou como há muito  não me lembrava de estar, não tenho estrias, peles flácidas, sinto me bem e não recorri a um único complemento para além de alimentos! Podia ter um efeito mais imediato e já estar no peso ideal? Podia! Mas como diz o velho ditado “Roma e Pavia não se fizeram num dia” e assim sendo sigo o meu caminho num ritmo moderado, mas com o foco de chegar aos 40 feliz comigo mesmo, não pelo que vejo ao espelho, mas pelas mudanças boas que venho alcançando.

FOTO AOS 40

Fica aqui a promessa, mal faça os 40 vou postar aqui o antes e depois do “Gordo” na esperança que muitos e muitas na mesma situação se possam inspirar e fazer o mesmo, e quando digo o mesmo é sem “maluqueiras”, sem pressas, mas com o sentido de que se quiserem, conseguem!

Até breve!

O Gordo.  

 

Written by Bruno Félix
.