Há uns meses que assistimos ao reconhecimento por parte da nossa Presidência a inúmeras modalidades e aos títulos alcançados pelos mesmos, decidimos também nós prestar a devida homenagem e partilhar a enorme admiração que nutrimos pela pessoa, atleta, personalidade publica e acima de tudo exemplo de trabalho, dedicação e coragem tornando-a numa figura de renome internacional no panorama desportivo.

Dina “Mite” Pedro como é conhecida, nasceu e cresceu em Alenquer, tendo sido atleta profissional de Muay Thai(MT) e Kickboxing(KB) entre 1996 e 2007, sendo que os 33 combates ( 31 Vitorias/ 2 Derrotas) lhe conferiram inúmeros títulos Europeus e Mundiais em ambos os estilos de luta. Participou num reality Show da TVI em 2005 1ª Companhia e em 2013 no Programa Olé da SIC.

Tornou-se treinadora, posteriormente Seleccionadora Nacional e uma referencia a nível Mundial nas referidas modalidades onde hoje reparte o seu tempo entre os 2 ginásios que detém e constantes viagens pelo mundo fora em combates ou estágios com os seus atletas.

Fomos conhecer melhor Dina Pedro no seu espaço em Mafra.

Dina, por certo já te perguntaram inúmeras vezes isto, mas… a tua historia neste desporto nasce por culpa…

A historia surge quase por brincadeira, estava no 11º ano e estávamos a fazer uma festa para angariar fundos para a viagem de finalistas. A minha função era estar no bengaleiro, a meio da festa um rapaz encostou-se ali a ler uma revista de Karaté e eu pedi-lhe para ler. No final quando lhe devolvi a revista ele perguntou se gostaria de fazer artes marciais, e eu disse-lhe que já era tarde, mas confesso que era um sonho escondido na minha cabeça desde criança. Depois de 5 min de conversa estava convencida a experimentar ( sem muita dificuldade). E cá estou eu passados 26 anos com a mesma paixão por este desporto.

O segredo para o teu sucesso como atleta deve-se….

Primeiro a um grande amor pelo que faço, depois por uma vontade indomável. 

Treinar apenas com homens ajudou?

Os meus parceiros quase sempre foram homens, há uns anos atrás não haviam tantas mulheres a praticar. Hoje em dia já há muitas mulheres e excelentes lutadoras, por isso não sei se o facto de treinar com homens que ajudou , porque elas hoje treinam com homens e mulheres e também têm bons resultados.

Quando percebeste que querias isto para a tua vida e te tornares profissional?

Percebi mais ou menos 2 anos depois de ter iniciado, não sei exactamente em que situação isso aconteceu mas lembro-me de dizer às minhas amigas “vou ser boa nisto, vão ouvir falar de mim”. 

Como conseguiste ser profissional nos anos 90 e sendo mulher num desporto tipicamente masculino?

Nem sei. ahahhahhah. O principal determinação, e depois muita gente que me deu apoio. 

Em suma, os títulos são fruto de?

De muito, muito esforço.

Se pudesses o que terias mudado no teu percurso como atleta?

Talvez tivesse ido para os estrangeiro, mas sempre quis mostrar que era possível fazer cá e não me arrependo.

O pendurar as luvas foi….

Foi em 2007, comecei a ter alunos também ele profissionais e já não dava para fazer as 2 coisas a 100%. Decidi ser só treinadora e nesse mesmo ano ganhei o meu primeiro prémio de treinador/a do ano.

Como aparece a selecção Nacional?

Estive à frente da selecção Nacional de Muay Thai por 2 anos, surgiu por convite de Federação. 

Infelizmente tive de deixar o cargo de seleccionadora por falta de tempo, viajo muito com os atletas da minha equipa mais as viagens da selecção, quase não parava em Portugal. Senti que estava a prejudicar a minha equipa e decidi sair, com muita pena minha, pode ser que mais para a frente num período mais calmo possa voltar.

Quantos atletas medalhados têm o teu “dedinho”?

Felizmente muitos, só na minha equipa DinaMite Team entre júniores e seniores já tivemos cerca de 20 medalhas de ouro em campeonatos da Europa e do Mundo. 

É mais fácil treinar homens ou mulheres?

Ahahahahahh. Sem dúvida é mais fácil treinar homens por serem mais fáceis de lidar, mas a maioria das mulheres são mais disciplinadas.

O sabor da vitoria é mais saboroso como atleta ou como treinador?

Sabes, acho que em o mesmo sabor porque é o resultado do nosso trabalho

Para quem queira  se iniciar neste desporto que conselhos podes dar?

Primeiro que não pensem que vão levar porrada, há muita a aprender até conseguirem andar à “porrada”.

Depois escolham uma boa escola.

Experimentem, é um desporto fantástico a todos os níveis.

Sem ser no plano competitivo, o MT e KB são opções para quem quer apenas e só praticar desporto?

A maioria dos nossos praticantes fazem-no por laser. É um desporto individual onde trabalhas em equipa, cada um trabalha à sua intensidade, para além de te pôr em forma aumenta a tua auto estima e auto confiança.

Cada vez mais é um desporto procurado por todos, temos alunos dos 4 aos 70. 

Com que idade se deve iniciar?

Na minha opinião a melhor idade é aos 5/6 anos.

Onde podemos encontrar os teus ensinamentos?

Eu estou em Mafra e em Lisboa, basta pesquisarem no google Dinamite Team Muay Thai

O Marcelo já te convidou para ires a Belém?

Não.

Vamos deixar um pouca a Dina ex atleta, treinadora e seleccionadora e falarmos um pouco mais de ti…. Fora dos ringues e ginásios o que fazes?

Fora dos ginásios e ringues preparo os treinos e tento organizar tudo muito bem. De há uns anos para cá decidi que 2 vezes por ano tinha de fazer férias à séria e tenho aproveitado para viajar que é mais uma das minhas paixões. 

Gosto de andar de mota, está nos planos comprar uma mota para 2021 e começar a viajar a Europa de mota. 

As experiencias na TV foram…

Foram muito positivas, especialmente para dar mais notoriedade  à modalidade.

Sabemos que és uma apaixonada pelas 2 rodas e experiente motard, ainda andas de moto?

Neste momento tenho acelera, e vou dando umas voltas em motas de amigos. Mas como disse na resposta em cima, 2021 me aguarda. ahahahhah

Alguma historia engraçada em 2 rodas para partilhar? ( opcional)

Tantas, dos 11 anos até aos 21 mota era o meu meio de transporte. 

Quando vinha dos treinos ficava algumas vezes sem luz na mota à noite, e até aos Casais da Marinela haviam muitas estradas sem luz e sem alcatrão. Tantas aventuras de mota. Saudades!!!

Na tua Bucket List que 10 coisas ainda ambicionas fazer ou conhecer?

Volta à Europa de mota

Viagem pelo Tibete

Viajar durante 1 ano seguido pelo Mundo

Abrir um ginásio na Tailândia

Abrir uma Dinamite Team em Alenquer

Projectos futuros?

Neste momento os projectos passam pela formação de novos atletas para que possam ser os próximos profissionais 

Ultima questão: Se encontrasses uma jovem Dina Pedro o que lhe dirias?

Segue os teus sonhos, segue sempre o teu coração. Se tens a capacidade de sonhar tens a capacidade de realizar

Written by the B blog
.